Sobre / About

Este é um projeto fotográfico de alguém que ama o ser humano. É também uma forma de partilhar aquilo que cada um tem a dizer sobre a sua Lisboa e o mundo.
Aqui, o foco não está no fotógrafo: está sim nas pessoas por ele retratadas.
As Faces de Lisboa pretende dar a conhecer a diversidade existente entre as pessoas que vivem, trabalham, estudam ou, simplesmente, visitam Lisboa.
Porque cada rosto tem uma história para contar, na sua irrepetível individualidade de quem pensa e sente, mas também na igualdade de alguém que partilha valores comuns.
Descubra quantas faces tem Lisboa.
This is a photography project by someone who truly loves human beings. It’s also a way of sharing what everyone has to say about her or his Lisbon and the world.
Here, the focus is not on the photographer: it’s on the people portrayed by him.

As Faces de Lisboa (Faces of Lisbon) aims to present the diversity among the people who live, work, study or simply visit this wonderful city.
Every face has story to tell, in its unrepeatable uniqueness. It tells the story of someone who thinks and feels and also says much about the equality of those who share common values.
Discover how many faces this ancient yet modern place possesses.
José, Marvila
José, Marvila, 04.2015
Tudo começou no dia em que o José, residente em Marvila, foi fotografado. À pergunta “Posso tirar-lhe um retrato?” a resposta foi espontânea e positiva. “Sim“.
Um simples “Sim” que nem sempre se viria a repetir nos dias que se seguiram…
As pessoas, dos dias que correm, desconfiadas, procuram sempre algo de negativo nas coisas simples, como emprestar o seu sorriso para um retrato.
Isto fez com que o projeto mudasse um pouco a sua abordagem, mas também que enriquecesse com isso. A um sonho que nasceu da fotografia, juntou-se a palavra e aquilo que cada um tem a partilhar com o mundo.
Por essa razão, antes da fotografia, fazem-se três perguntas no intuito de ficar a conhecer melhor a pessoa a retratar. Depois, até o retrato surge com mais naturalidade.
Para o retrato, só ‘interessa’ o rosto da pessoa. Porque é no rosto que está a verdade e a expressão de quem somos. Deixou-se de lado os restantes atributos físicos, concentrando toda a paixão no rosto e no olhar da pessoa. Com isto pretende-se mostrar a fabulosa diversidade existente nesta apaixonante cidade, mas também quão único é cada um de nós.

No final, vamos descobrir-nos a nós próprios.
It all started on the day when José, from Marvila, was photographed. His answer to the question “Can I take your portrait?” was immediate and positive. “Yes“.
A simples “Yes” that not always be repeated in the following days…
Today, more and more people are suspicious, always finding something negative in the most simple of things… like offering a smile for a portrait.
The photographer changed his approach a bit, a richer approach leading to a dream that was born from photography. The power and impact of words was added as part of the mix… to open up what everyone has to share with the world.
For that reason, before a portrait is made, three questions are asked with the purpose of knowing the other person better. After that, even the photograph comes more naturally.
For the portrait itself, only the face of the person ‘matters’. Because it’s in the face that lives the truth and expression of who we are. The remaining physical attributes are set aside, focusing all the passion on the face and look of the person. With this comes the aim is to show the fabulous diversity existing in this amazing city and how unique every one of us is.

In the end, we are going to discover ourselves.