Rūta

“A vida é simples e não a devemos complicar”. Esta é a mensagem que quer deixar a todo o mundo.

É estudante de arquitetura e, durante um semestre, decidiu trocar Vilnius por Lisboa. Trouxe consigo um livro muito importante, pois, como apaixonada pelas artes, deseja fazer tudo, ver tudo, ouvir tudo. O título é revelador: “O Livro dos Pensamentos”. O autor? Ela própria. “Às vezes gosto de sentar-me e deitar tudo cá para fora. São tantas coisas que é melhor escrevê-las”, partilha. Pode não ser ainda um best-seller, mas está a trabalhar arduamente nisso.

Acha que os Lisboetas são mais abertos que os Lituanos. O tempo também é melhor na capital portuguesa. Como é estudante de arquitectura, adora passear pelos becos e ruelas de Lisboa. Considera que temos grandes exemplos de arquitetura moderna, em contraponto com Vilnius, onde estuda, que é mais uma cidade barroca, pintada aqui e ali com belos exemplos em estilo gótico.

Como vive na Ajuda, adora a zona de Belém, principalmente a Torre de Belém e zona envolvente. E é claro, o Mosteiro dos Jerónimos. Gosta de estar junto ao rio e aproveita a zona para fazer corrida, enquanto se deleita com aquela magnifica vista. Considera o centro da cidade demasiado turístico para o seu gosto.

E o que a faz perder por completo a noção do tempo? Depois de pensar um pouco, partilha com um sorriso desmedido: “Cantar no chuveiro!”. E o que canta? “Bon Jovi, Guns n’ Roses… ontem foi Michael Jackson!”, diz entre risos.

Um pouco mais a sério, adora explorar alguns recantos da cidade. Depois de os descobrir e olhar as várias faces dos locais, senta-se e desenha-os no seu caderno de esboços. E é nessa altura que o tempo para.

“Decidi ser feliz porque é bom para a minha saúde”, diz com inteligência. “Eu apenas quero sentir-me feliz todos os dias, a toda a hora, em todos os momentos”. E sente verdadeiramente que é feliz. Também tem problemas, como toda a gente, mas sente que não são assim tão importantes. Por isso, prefere estar bem com a vida. “Feliz e calma”, remata.

“Life is simple and we should not complicate things at all”. This is the message she wants to share with the world.

Rūta is an architecture student that decided to change Vilnius for Lisbon during a semester. She brought along a very important book. Being passionate about the arts, “wants to do everything, see everything, hear everything”. The title is revealing: “The Book of Thoughts”. The author? Herself. “Sometimes I like to sit and spit it all out. There are so many things… So I’d rather write them”, she shares. It isn’t a bestseller, yet… but she’s working hard on it.

She thinks that the Lisbon people are more open than the Lithuanians. Weather is also better in the Portuguese capital. Being an architecture student, she loves to get lost in the “cozy and narrow streets of Lisbon”. Rūta considers that we have great examples of modern architecture in contrast to Vilnius, where she studies, which is more a baroque city painted here and there with beautiful examples of the Gothic style.

She lives in Ajuda, near Belém, and is in complete love with the area. She adores to be by the river, frequently enjoying a good running while absorbing that magnificent view of the Belém tower, the monastery and that wonderful monumental space. She considers downtown a bit too touristy for her tastes.

And what makes her completely lose track of time? After thinking a bit, she shares with a bright smile: “Singing in the shower!” And what does she sing? “Bon Jovi, Guns n’ Roses … yesterday, it was Michael Jackson!” she recalls, laughing.

A little more seriously, she’s keen on exploring those secret places of a city. And after discovering the many faces of an area she sits and draws them in her sketchbook. And then, the time stops.

“I decided to be happy because it’s good for my health”, she says brilliantly. “I just want to feel happy every day, every time, every moment. And I am.” She also has problems, like everyone else, but feels that they are not that important. “So I prefer to be happy all the time. Calm and happy”, she concludes.