Olga

Adora a zona de Belém. “É tudo tão bonito e perfeito!” A arquitectura, o rio; tudo isto combinado compõe a sinfonia perfeita. E provou os pastéis, claro está!

Passa já quase uma semana desde que está em Lisboa e não podia estar mais contente. Viajar é uma daquelas coisas que a faz perder a noção do tempo. “Não sei que horas são, que dia da semana é, qual o dia do mês… Estou completamente perdida e isso é maravilhoso!”, relata com a alegria e a velocidade de quem gosta de partilhar aquilo que sente. Esteve a fazer o Caminho de Santiago. Começou no Porto e chegou mais depressa do que pensava inicialmente. Como tinha tempo livre, decidiu vir mais cedo para Lisboa, onde vem apanhar o avião para os Açores.

Dos sítios menos conhecidos, gostou muito da renovada zona da Ribeira das Naus, junto ao rio e também da LX Factory. Muito mais do que pensava inicialmente. Esta viagem não para de a surpreender.

Da sua Moscovo, partilha também alguns segredos que não vêm nos guias, como o parque Biruleyvskiy, um local nos arredores com muita floresta e lagos. O local ideal para relaxar. À noite, o seu local preferido é o pub Bourbon Street. Pode ser o irmão mais pequeno do popular Grand Bourbon Street, mas é onde gosta de estar, com um staff muito simpático. Para os mais pequenos, há o recentemente inaugurado Mundo das Crianças, na praça Lubyanka. É um shopping center 100% dedicado aos mais novos, instalado no edifício que albergava a Detsky Mir, outrora a maior loja de brinquedos da Europa.

À pergunta ‘qual o maior atentado à liberdade’ responde prontamente: “o governo”. Porquê? “Porque sou Russa”, remata. Assim sendo, do que é que nunca vai abdicar. “De tudo”, responde. Da liberdade de expressão, dos direitos humanos, de poder rir… Simplesmente poder fazer o que quer. Neste momento, existe uma grande homofobia na Rússia e, por essa razão, acha que defender os direitos LGBT é muito importante.

Gosta muito de ler. Tanto que acha impossível escolher um só título que represente o mais marcante da sua vida. Depois de pensar um pouco, escolhe o título ‘Homecoming‘ de Cynthia Voigt. Conta-me um pouco da história do livro com uma paixão cega de quem resume o filme mais importante da sua vida. No final, resume numa só frase a essência do livro: “A família é a coisa mais importante do mundo”.

She loves Belém. “It’s all so perfectly beautiful!” The architecture, the river; all this combined makes up the perfect symphony. And she tasted the pastéis, of course!

After spending almost a week in Lisbon she couldn’t be happier. Traveling is just one of the things that makes her completely lose track of time. “I don’t know what time it is, what’s the day of the week, the day of the month … I am completely lost and that’s wonderful!”, she says with the joy and the speed of those who like to share what they really feel. She did the Camino de Santiago. She started in Porto and arrived faster than expected. As she had some free time, she decided to come early to Lisbon, where a plane to Azores is scheduled.

Of the lesser known sites in Lisbon, she likes the renewed area of ​​Ribeira das Naus very much. And also LX Factory. Much more than originally thought. This trip is really a box full of surprises.

Her Moscow also shares some secrets that do not come in the guides, as Biruleyvskiy park, a place in its outskirts with lots of forest and lakes, the ideal place to relax. In the evening, her favorite spot is the Bourbon Street pub. It may be the little brother of the popular Grand Bourbon Street, but it’s where she likes to be, with a very friendly staff. For younger guests, there is the recently opened World of Children in Lubyanka square. It is a shopping center 100% dedicated to kids, installed in the building that housed Detsky Mir, once the largest toy store in Europe.

To the question ‘what is the biggest threat on freedom’ she answers promptly: “the government”. Why? “Because I am Russian,” she concludes. So, what are the things that she will never abdicate? “Everything,” she replies. “Freedom of expression, human rights, be allowed to smile… just being able to do whatever I want”. Nowadays there is a great homophobia in Russia and, therefore, she thinks that defend LGBT rights is very important.

She loves books. So much that finds it impossible to choose one title that represents the most remarkable of her life. After thinking a bit, she chooses the title ‘Homecoming‘ by Cynthia Voigt. She then runs through the history of the book with the blind passion of someone that is summarizing the most important film of his life. In the end, she summed up in a phrase the essence of the book: “The family is the most important thing in the world.”