Maria

Adora o bairro de Alfama onde nasceu. Filhos, netos e marido também ali nasceram e isso faz de Alfama o lugar mais especial do mundo.

O seu amor por Alfama está expresso no sorriso com que conta a sua história. Hoje em dia, ainda há muita coisa que a faz feliz. Os filhos e os netos estão no topo da lista, mas lembra também todas as pessoas que gostam de si. E o Benfica!

Se pudesse ensinar algo a alguém, seria a respeitar o próximo. Ser bom para as pessoas é o que considera mais importante. Há tanta gente a tratar crianças sem a dignidade que merecem e isso deixa-a triste.