Larissa

“Eu acho que a gente tem de se amar mais. Independente da raça, classe social, idade ou religião. Se nos amarmos mais uns aos outros, tudo se resolve, pois quando eu amo, não deixo a outra pessoa passar fome ou estar infeliz. A solução é o amor.”

Márcia

Gosta de se perder por entre o verde de Lisboa, à procura de instantes que guarda com a câmara do telemóvel. Hoje, isso já não é possível – a bateria esgotou-se -, mas nada a vai impedir de usufruir de um final de tarde tranquilo, na companhia de um bom livro. Na contracapa pode ler-se: ‘A vida pode mudar num segundo.’