Susana

“Sou apaixonada por histórias de vida”. Assim começa esta conversa sobre Lisboa e sobre aquilo que lhe importa na vida. “Sensibilidade, amor e respeito ao próximo e à natureza” são as substâncias que lhe iluminam o caminho e o sorriso. Pronto para esta viagem?

Inês

Quando era pequenina, sonhava ser muitas coisas. Desde fada a tratadora de golfinhos, passando por querer ser mãe, cabeleireira, professora, advogada ou médica. Agora, está a estudar para ser economista ou gestora.

Vitorino

Vitorino nasceu no meio do Atlântico, na bonita ilha da Madeira. Diz que o Funchal é o melhor sítio para viver no mundo e que o Marítimo não tem rival. Não será isto uma afronta à cidade de Lisboa? Vamos perceber…

Joana

Quando era pequenina, sonhava ser astronauta. Mas depois, descobriu que para viajar até à Lua iria ter de dominar a matemática. Agora, com os pés bem assentes na Terra, apaixonou-se pelo design de interiores. Uma forma bem diferente de reinventar o espaço!

Rita

“Devíamos todos parar um pouco e analisar-nos. Tenho a convicção que, se pararmos todos, para nos estudarmos em conjunto, vamos descobrir energias diferentes e muito interessantes”. Esta é a mensagem que gostava de deixar ao mundo. Um recado que convida à introspecção e à descoberta do que, em conjunto, conseguiríamos certamente mudar.

Paulo

Quando era pequeno, sonhava ser veterinário. Era a sua paixão pelos bichos a alumiar o seu caminho, junto com o facto de nunca ter tido um animal de estimação quando era menino. Depois, estudou línguas e literaturas modernas no início da idade adulta.

Larissa

“Eu acho que a gente tem de se amar mais. Independente da raça, classe social, idade ou religião. Se nos amarmos mais uns aos outros, tudo se resolve, pois quando eu amo, não deixo a outra pessoa passar fome ou estar infeliz. A solução é o amor.”